terça-feira, 5 de outubro de 2010

Artista encontra paz no olho do furacão.







Já pensou nisso?


Domingo fui na Bienal, eu não fazia idéia do que encontraria lá, mas fiquei surpresa, maravilhada e chocada.
A primeira coisa que pensei é que não sou a única louca no mundo, rs.
Depois fiquei maravilhada por ver tantas idéias impressionantes.
Era tanta coisa legal, tanto significado com tão pouco e tão pouco em muito.
Arte é isso, algo inusitado, sem forma e completamente louco.
Também fiquei chocado com as idéias idiotas e bestas, mas arte é lixo pra uns e especiaria pra outros.


Esse cara teve uma de suas obras expostas.
Ele ficou mó tempo (8 anos) numa parte do México esperando um furacão perfeito acontecer
pra poder entrar e filma-lo de dentro.
Ele estava preparado, com uma camera superpotente, roupas, máscara de aviador e etc...


Vale a pena ver o video.


E enfim ele entra dentro do furacão.
E ele não flutua nem é atirado a metros de distancia, ele fica bem no meio, no centro filmando.
O barulho do vento é assustador, aquele redemoinho de terra envolvia esse cara, e ele ali, calmo,
quieto, observando tranquilamente.

No mesmo momento em que vi aquilo pensei
é assim que temos que ser em meio aos tufões de lutas que vivemos dia após dia.


Ele estava tranquilo, talvez pq confiasse em seu equipamento, sua máscara, suas roupas,
talvez até mesmo em Deus; e fiel a vontade subita de realizar o sonho de estar dentro do furacão em paz.

Ás vezes tá tudo muito louco na sua vida, mas quando a gente enxerga o alvo, o tão sonhado e desejado objetivo,
 que no meu caso é Jesus, fica fácil enfrentar o medo, o tempo, os anos no deserto, as tempestades de areia,
os ventos contrários, calor extremo, frio avassalador...


Vale a pena pq mesmo no meio do furacão, ainda que esteja no olhodo tufão você estára em paz, por estar firmado na Rocha inábalavel, por atentar pro alvo que é a vida eterna com Cristo.

Confiar. É necessário apenas isso, confiar.

Pedro caminhou em cima da água porque ele atentou o alvo, Jesus,
mas quando ele tirou o seu olhar de Jesus, ele sentiu medo de afundar e isso o fez afundar.

O medo tira muito de nós, nos priva de desfrutar de oportunidades únicas.

Eu vi esse cara, o artista Francis Alys como o Monte de Sião citados no salmo 125:

"Os que confiam no Senhor serão como o monte de Sião que não se abala, mas permanece para sempre."

E é assim que Deus quer que sejamos, confiantes em sua Palavra, em seu amor, em seu poder.


Pois confiando teremos paz.






Um comentário:

. juh disse...

adoro o jeito que você
fala assim de Deus *-*"

que Jesus sempre
ti abençoe meu anjo ><
continue sempre te usando pra
abençoar tantas
e mais tantas pessoas
pra sempre *-*"